Como é voar pra Nova Zelandia com a Air New Zealand fazendo conexão em Buenos Aires.

Como é voar pra Nova Zelandia com a Air New Zealand fazendo conexão em Buenos Aires.

31 jul

CLASSIC NEW ZEALAND WINE TRAIL

 

Percorrendo a rota

A trilha tem 380 quilômetros de extensão e corre ao longo da costa leste da Nova Zelândia entre Hawke’s Bay, na Ilha Norte, e Marlborough, na Ilha Sul.


Quanto mais tempo você tiver para explorar a região, melhor. Para amantes de vinhos e gastronomia, duas semanas é uma boa quantidade de tempo. Para aqueles que desejam apenas ver os destaques da rota, uma semana será suficiente.
Há mais de 100 placas nas vias principais desta rota de 380 quilômetros. Elas guiam os visitantes  
pelas regiões da Hawke’s Bay, Wairarapa e Wellington e através do Estreito de Cook até Marlborough.

Hawke’s Bay

Hawke's Bay é a maior região produtora de vinhos tintos de qualidade da Nova Zelândia – pense em complexos Cabernets, Merlots, Francs e Syrahs. É também o lugar para cruzar pomares repletos de frutas.

Wairarapa

Viajando para o sul na State Highway 2, você irá parar em Wairarapa, onde grandes vinicultores produzem um Pinot Noir mundialmente aclamado – equivalente a um Borgonha para os enófilos do Velho Mundo.

Wellington

Apenas um pouco mais adiante, você chegará à pequena e descolada capital neozelandesa, Wellington, conhecida por sua vibrante cena artística, cerveja, drinques e um excelente café, além da grande variedade de menus de pura criatividade culinária.

Marlborough

Por último, mas não menos importante, após um cruzeiro através do Estreito de Cook, não há vinho no mundo que tenha o sabor de um Sauvignon Blanc de Marlborough – uma combinação perfeita para os mexilhões e vieiras locais.

Mais informações podem ser encontradas no site da Classic New Zealand Wine Trail.

Voltar